Objetivo foi atualizar a equipe sobre o passo a passo e estruturação da retirada de paciente de CDL

A Policlínica Estadual da Região São Patrício – Goianésia realizou nesta quinta-feira, 17, um treinamento para os profissionais da enfermagem, que atuam no setor de hemodiálise da unidade, baseado no Procedimento Operacional Padrão – POP, referente a Retirada de Paciente de CDL e de Fístula Arteriovenosa da máquina.

A capacitação foi conduzida pela enfermeira Fabiana Pereira do Nascimento. Ela reuniu todos os recursos necessários para a realização da retirada de paciente de CDL e Fístula arteriovenosa, e demonstrou fisicamente o nome de cada material utilizado, bem como o passo a passo da realização do procedimento.

A profissional ressaltou a importância da higienização das mãos antes e após realizar qualquer procedimento, e do uso correto dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e detalhou todo o processo do treinamento. De acordo com a enfermeira, o profissional tem que observar o alarme da máquina indicando o término da hemodiálise para desligar a bomba de sangue.

“É necessário abrir a pinça da linha de soro e deixar correr o SF 0,9% na linha arterial até a devolução total do sangue ao paciente, após deve-se pinçar linha e via arterial e ligar a bomba de sangue com fluxo de 200 ml/ min. Posteriormente, deixar passar soro fisiológico pelo sistema até a devolução total do sangue das linhas e capilar, parar a bomba de sangue e pinçar a linha venosa e via venosa, pedir ao paciente para se sentar, auxiliar se necessário”, explicou.

Fabiana destaca que o profissional deve desconectar as linhas arterial e venosa e posteriormente conectá-las com o intermediário, lavar vias do cateter duplo lúmen, com flush de soro seringa de 10 ml e heparinizar o cateter, utilizando heparina pura, conforme orientação do fabricante, após vedar vias do cateter com tampas de oclusão e proteger vias do cateter com fita e gaze. “Depois de todo processo, acompanhar paciente até a balança, pesar o paciente e anotar na folha de sala peso e pressão arterial de saída!”, concluiu.

Ajustar fonte