Ação promoveu debate sobre a importância do aleitamento materno

A Policlínica Estadual da Região São Patrício, em Goianésia, promoveu uma palestra em alusão ao Dia Mundial da Doação de Leite Humano, comemorado no dia 19 de maio. O evento teve o intuito de sensibilizar os ouvintes sobre a importância do tema

A enfermeira Fabiana do Nascimento explicou que o leite é a primeira alimentação humana e fonte de nutrientes para as funções biológicas, sendo considerado o melhor alimento para os bebês, por ter papel muito importante na proteção imunológica contra doenças infecciosas, na adequação nutricional e no desenvolvimento afetivo e psicológico.

“O leite humano é um líquido complexo que contém carboidratos, proteínas, lipídios, vitaminas, minerais, substâncias imunocompetentes, além de fatores moduladores de crescimento. Devido à sua composição nutricional balanceada, é considerado um alimento completo e suficiente, inclusive em água, para atender as necessidades nutricionais da criança durante os seis primeiros meses de vida”, disse.

A palestrante ressalta que qualquer quantidade de leite materno doada pode ajudar. “ 1 ml de leite já é suficiente para nutrir um recém-nascido a cada refeição, dependendo do peso. O pote não precisa estar cheio para ser levado ao Banco de Leite Humano. Cada pote de 300 ml de leite materno humano pode ajudar até 10 recém-nascidos por dia. Toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite humano. Para doar, basta ser saudável e não usar nenhum medicamento que interfira na amamentação”, afirmou.

Benefícios do leite materno

De acordo com Fabiana, o leite materno protege a criança contra diarreias, infecções respiratórias e alergias; reduz em até 13% a mortalidade em crianças menores de 5 anos e reduz o risco de desenvolver hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade na vida adulta.

Fonte: Jornal Diário da Manhã.

Ajustar fonte